Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

Gerschenkron

Nos 9 dias off-line (um recorde pessoal!) eu pude ler com calma
The Fly Swatter: How My Grandfather Made His Way in the World, a biografia do Alexander Gerschenkron escrita pelo neto. É muito, muito bom mesmo. A começar pela capa: um retrato do biografado feito pelo Leontief.
Vou postar umas frases e causos nos próximos dias. Só para ficar nas fofocas com artistas, adianto que ele jogou xadrez (e perdeu de lavada) para o Marcel Duchamp e era tão odiado pelo Nabokov que este criou um personagem para debochá-lo.

An Historical Perspective on the Crisis of 2007-2008

Para quem acha que o mundo acabou/acabará, Michel Bordo lembra:
"This paper provides an historical perspective on the crisis of 2007-2008. The crisis is part of a perennial pattern. It has echoes in earlier big international financial crises which were triggered by events in the U.S. financial system. Examples include the crises of 1857, 1893 1907 and 1929-33. This crisis has many similarities to those of the past but also some important modern twists."

Ciência, a Crise Financeira e Paul Romer

Paul Romer:
"...after Citibank made some bets that turned out badly in the Latin American debt crisis of the 1980s, its CEO John Reed helped mid-wife the Economics Program at the Santa Fe Institute. He wanted the new theoretical insights about financial crises that the new complexity scientists promised. Ever since, the complexity scientists have been telling us that markets are self-organizing systems. For the life of me, I can't see how this puts us way ahead. Didn't seem to help Citibank either, which I've noticed is back in the headlines.
(...)
I agree with the closing suggestion, that air transport is a good place to look for lessons about avoiding crashes. No matter what we do, we will still have financial crises, just as we still have plane crashes. But judging from our success in making air travel safer, it seems reasonable to bet on an institutionalized commitment to systematic data collection as a way to reduce their frequency and severity. As a traveler and an…

Ideapad S10 e Ubuntu Netbook Remix

Faz um mês que sou um feliz proprietário de um Lenovo Ideapad S10. Leve, bonito, pequeno e rápido. Os únicos problemas são insuperáveis: o tamanho da tela e o teclado que só é adequado para smurfs.
Como veio com o Windows XP eu ainda demorei um pouco para instalar o Ubuntu. Ontem, tive tempo e instalei o Ubuntu Netbook Remix, ou seja, o Ubuntu para computadores minúsculos. Fica perfeito e ameniza muito as limitações da tela.

Novo Mestrado Acadêmico em Economia na UFPel

Parabéns aos colegas do Departamento e das Ciências Sociais Agrárias!
O Departamento de Economia tem o prazer de informar que a CAPES aprovou o Mestrado em Economia do Departamento de Economia da UFPel. O Mestrado na área de Mercados e Organizações possui parceria com o Departamento de Ciências Sociais Agrárias e duas linhas de pesquisa: mercado & organizações e cadeias agroindustriais.

O Mestrado terá início em 2009 e o processo de seleção será amplamente divulgado na imprensa e no site.

Parabéns a todos!!

André Carraro

O papel do jornalismo econômico

Qual é o papel do jornalismo científico? Essa é fácil. Traduzir o conhecimento dos cientistas para o leitor inteligente não-especializado. Nada mais nobre.Qual é o papel do jornalismo econômico?  Deveria ser traduzir o conhecimento dos economistas para o leitor inteligente não-especializado. Traduzir.  Esta é a palavra-chave.  A tradução envolve conhecer as duas línguas.  Lembrei disso quando me toquei que o Tim Harford  age como um jornalista econômico ideal. Mesmo (ou talvez "Por ser") doutor em Economia por Oxford, ele não sai por aí criando teses: ele recorre à teoria e aos especialistas das áreas. No Brasil, temos os "jornalistas econômicos", deliberadamente ignorantes de Economia, que criam suas próprias explicações equivocadas e polemizam com os profissionais de verdade. Imagine um jornalista de ciência que fizesse o mesmo: "Os professores Watson e Crick dizem que a estrutura do DNA tem uma forma de dupla hélice. Mas eu olhei bem atentamente o meu dedão …

More or Less

Tim Harford, o meu escritor predileto de livros de divulgação de Econonomia, apresenta uma nova série sobre matemática e estatística na melhor rádio do mundo.

Industrialização antes de 1930

Ou..."Was It Prices, Productivity or Policy? The Timing and Pace of Latin American Industrialization after 1870" por Jeffrey Williamson e Aurora Gómez Galvarriato.

Brazil, Mexico and a few other Latin American republics enjoyed faster industrialization after 1870 than did the rest of Latin America and even faster than the rest of the poor periphery (except East Asia). How much of this economic performance was due to more accommodating institutions and greater political stability, changes that would have facilitated greater technology transfer and accumulation? That is, how much to changing fundamentals? How much instead to a cessation in the secular rise in the net barter terms of trade which reversed de-industrialization forces, thus favoring manufacturing? How much instead to cheaper foodstuffs coming from more open commercial policies ('grain invasions'), and from railroad-induced integration of domestic grain markets, serving to keep urban grain prices and thus no…