"O assessor que está por trás das empresas que vêm recebendo apoio do BNDES é Charles Darwin" L. Coutinho.

Estou enganado ou a afirmação não faz sentido? Ele pode ter lá seus argumentos, mas utilizar o pobre Darwin para justificar é estranho. Além disso, a idéia de "pick the winners", até onde eu sei, se refere a escolher aquelas que empresas que têm potencial e não as que já são ganhadoras.

4 comentários:

Anônimo disse...

Talvez esse cidadão seja o novo ministro da Fazenda ou presidente do BC.

Tremei!

Leonardo Monasterio disse...

Tomara que nao...

Marcelo de Oliveira Passos disse...

Presidente do BC eu creio que seja praticamente impossível que ele seja. Mas fala-se que pode vir a ser o futuro ministro da Fazenda da Dilma. Preferiria a volta do Palocci para a Fazenda ou a ida do Meirelles para lá. Nesta hipótese, ele iria provavelmente para o Planejamento.
Abraços,

Marcelo.

Anônimo disse...

Meu caro,
Isto é pior ainda. Não é escolher entre as empresas com potencial e as ganhadoras. É escolher, pura e simplesmente, não deixando a competição de mercado (ou o sistema evolutivo do mercado) funcionar. Mas ainda assim, a frase pode ser correta. Basta imaginar um Darwin amoral e ganancioso - não conheço nada da vida do Darwin. A consultoria seria assim: "Neste competição toda, seu lucro diminui e você pode perder, entre em esquema rent-seeking para ganhar a vida com o leite de pata do estado".
Um grande abraço.

Tecnologia do Blogger.