Pular para o conteúdo principal

Railroads and the Rise of the Factory: Evidence for the United States, 1850-70

Foi o Eustáquio Reis quem me chamou atenção para este ótimo paper:
Over the course of the nineteenth century manufacturing in the United States shifted from artisan shop to factory production. At the same time United States experienced a "transportation revolution", a key component of which was the building of extensive railroad network. Using a newly created data set of manufacturing establishments linked to county level data on rail access from 1850-70, we ask whether the coming of the railroad increased establishment size in manufacturing. Difference-in-difference and instrument variable estimates suggest that the railroad had a positive effect on factory status. In other words, Adam Smith was right -- the division of labor in nineteenth century American manufacturing was limited by the extent of the market.

Pois é, mais uma vez fica claro que custo de transporte é tudo.
Será que o mesmo valeu para o início da indústria brasileira?

Comentários

Caro Léo:
Meu desaparecimento foi confirmado, havendo versões apontando para um sinuoso reaparecimento. Isto nos leva a sugerir que devemos pensar em frases como teu entusiasmo sobre os custos de transportes serem tudo. Fiquei a indagar-me que seria dos custos de transportes se não houvesse, por exemplo, propriedade privada. Ou bens públicos, e por aí vai. O que certamente passei a defender é que sem: a) o banco central mundial cobrando b) a taxa Tobin, nem transportes, nem bens públicos serão possíveis em mais 50 anos...
abraços anarquicamente distribuídos
d.
Grande Mestre Duilio,

Bom ter "noticias" suas?
Mais uma daquelas tuas perguntas que me fazem coçar a cabeça por anos...
Vou te escrever um e-mail, ok?
Abracos,
Leo.

Postagens mais visitadas deste blog

A regra dos dois desvios

Ao que parece, a regra será a minha maior (e única) contribuição ao Saber Universal. Eu a reproduzi no verbete "Brigas, críticas e debates" do meu magnum opus "Manual de sobrevivência na universidade: da graduação ao pós-doutorado" ( Atualização 2017: O livro está fora do ar porque uma segunda edição, expandida, será publicada em breve). Aí vai:

" "Nunca brigue se o adversário estiver a mais de dois desvios padrãode você em qualquer dimensão: conhecimento, ideologia, inteligência ou porte físico." Se você não sabe o que é desvio padrão, nenhum problema. Traduzindo: nunca brigue se o adversário for muito melhor ou pior do que você em qualquer dimensão: conhecimento, ideologia, inteligência ou porte físico. Se o adversário é muito mais inteligente ou conhece muito melhor o assunto, ouça-o com atenção, faça as perguntas relevantes e aprenda. Não é vergonha. Agora, se o sujeito é burro ou ignorante no assunto, o melhor é desconsiderar. Afinal, qual é a…

Colistete e o atraso educacional brasileiro

Ficou ótima a matéria da Revista Piauí com o perfil do Renato Colistete e sobre sua tese de livre-docência (pdf).
Ele é um pesquisador sensacional, gente boa e orientador de 9 entre 10 dos novos pesquisadores em histórica econômica. Já estava no tempo de ele ter reconhecimento de um público mais amplo.
Aproveite e leia o seu blog . Quando a tese estiver on-line, eu aviso.

Cuba é mais rica que o Brasil?

Um texto da internet afirma (não vou incluir o link):
"O povo daquela ilha rochosa bloqueada é mais rico que o povo do continente Brasil. Essa é uma realidade chocante e geralmente desconhecida." O autor recorre aos dados do World Bank que realmente mostram Cuba com um PIB per capita (PPP)  de US$20611 contra US$ 15893 do Brasil.
Obviamente essa estimativa está furada. É tão furada que a ONU - ao calcular o IDH- estimou outro valor que até os órgãos oficiais de Cuba acharam mais razoável:
The 2013 HDI value published in the 2014 Human Development Report was based on miscalculated GNI per capita in 2011 PPP dollars, as published in the World Bank (2014). A more realistic value, based on the model developed by HDRO and verified and accepted by Cuba’s National Statistics Office, is $7,222. The corresponding 2013 HDI value is 0.759 and the rank is 69th. A mesma fonte coloca o Brasil como tendo renda per capita de US$ 15175. Ou seja, Cuba tem a metade da renda per capita brasilei…