Preços hedônicos de imóveis nas favelas do Rio

4 comentários:

Cleandro disse...

Desconfio que a ocupação policial (ou, genericamente, a presença do Estado) traga maior valorização que alguma intervenção física de melhoramento da favela. É tema para examinar mais detalhadamente... até porque o aumento dos preços colocará dificuldades para que o pessoal de mais baixa renda consiga encontrar alguma alternativa habitacional acessível... e a maioria que compra imóvel em favela vem da própria favela.

Leonardo Monasterio disse...

Pois eh, mas eu pensei o seguinte: mesmo que o cara que morava na favela venda sua casa por causa da valorizacao, a politica foi bem sucedida. Afinal, ele nao foi forcado a vende-la, neh?

rafael p disse...

pontos:


1. Quantas pessoas na favela moravam em condições adequadas de habitação antes do programa?

2. Após finalização do programa, quantas pessoas na favela passaram a morar em condições adequadas de habitação?

Ah se fosse tão simples assim... Como a Favela não é um sistema fechado, seria necessário ter uma noção precisa das pessoas que imigraram e emigraram da favela devido ao programa. Aquelas pessoas que antes moravam na favela em condições inadequadas de moradia foram para onde? Quer dizer, se esse cara saiu de um lugar inadequado para outro lugar também inadequado sua condição habitacional não melhorou muito... Aquelas pessoas novas que entraram na favela, antes da mudança elas viviam em quais condições habitacionais?

Enfim, a idéia é nesse caso a política afeta diretamente um território localizado, mas seu “público alvo” não é fixo. A migração de desse público alvo e sua substituição por população de média renda pode levar o programa a, num segundo momento de consolidação dos impactos do programa, cometer um erro de beneficiar quem não era público alvo.....

E isolar esses efeitos não deve ser nada fácil. avaliação de política no RJ é dose....

Leonardo Monasterio disse...

Bem, se o cara se mudou voluntariamente, mesmo que para outro lugar com condicoes inadequadas, alguma melhoria houve. O negocio eh que a melhoria- para as pessoas antes da intervencao - nao eh tao grande quanto parece a olho nu.
(ei, enquanto digito isso estah passando uma reportagem sobre o d. marta no RJ no bom dia brasil. Profunda como um pires.)

Tecnologia do Blogger.