As Leis Fundamentais da Estupidez

Felizmente, tenho andado bem protegido dos estúpidos nos últimos tempos. Sem querer, contudo, descobri que uma bo'alma traduziu "Leis Fundamentais da Estupidez", do grande historiador econômico italiano Carlo Cipolla.
Em síntese, as leis são:
  1. Sempre e inevitavelmente cada um de nós subestima o número de indivíduos estúpidos em circulação;
  2. A probabilidade de uma certa pessoa ser estúpida é independente de qualquer outra característica desta mesma pessoa; 
  3. Uma pessoa estúpida é uma pessoa que causa um dano a uma outra pessoa ou grupo de pessoas, sem, ao mesmo tempo, obter qualquer vantagem para si ou até mesmo sofrendo uma perda;
  4.  As pessoas não estúpidas subestimam sempre o potencial nocivo das pessoas estúpidas. Em particular, os não estúpidos esquecem constantemente que, em qualquer momento e lugar, e em qualquer circunstância, tratar e/ou associar-se a indivíduos estúpidos demonstra-se infalivelmente um custosíssimo erro;
  5. A pessoa estúpida é o tipo de pessoa mais perigoso que existe.

2 comentários:

Victor Pacheco disse...

O Exército prussiano usava uma categorização para medir o grau de perigo do inimigo, ela relacionava perspicácia com atividade. Os mais perigosos eram da categoria 4 - poucos perspicazes e muito ativos. Resumindo pior que um estúpido, só um estúpido pro-ativo.

George Cunha disse...

Infelizmente a estupidez é generalizada na América Latina

Tecnologia do Blogger.