Ainda Localistas X Globalistas

Uma  banho de chuveiro depois eu me toquei que a diferença de opinião sobre programa Primeira Chance poderia ser interpretada como o velho dilema eficiência X desigualdade.  Se para você identificar talentos  e transferi-los para as boas escolas particulares é bom, então eficiência está acima de tudo. Por outro lado, você pode criticar o programa pelo aumento da desigualdade. As crianças das escolas ruins ficam ainda piores (porque perdem o efeito contágio dos bons alunos) e as melhores escolas ficam ainda melhores. O principal problema dessa interpretação é que eu perco o meu exemplo da polêmica "Localistas" X "Globalistas".
Vamos a outro exemplo mais apropriado então:  inventam um jeito que faz com que o número de golfinhos mortos por redes de pescadores de atum caia 50%. Localistas comemoram: "Menos 50%  de vítimas!". Globalistas: "Nenhum golfinho deve morrer. Essa invenção é uma enganação".
(Notem que não é exatamente uma diferença entre pragmáticos e idealistas.  De qualquer modo, imagino que alguém já deva ter feito a distinção  "Localistas" X "Globalistas", eu só não tenho tempo saco de procurar.)

3 comentários:

Carlos disse...

Acho que o bolsa família também é um bom exemplo.

No começo tinha gente de esquerda que criticava o programa porque "não atacava o principal problema" ou porque "não era universal".

Leonardo Monasterio disse...

Sim. BF é um ótimo exemplo.
O engraçado é que os lados direita e esquerda mudam quando se fala de discriminacao por cor. A esquerda quer a alternativa localista(cota) enquanto a direita argumenta em favor do globalismo, melhorar a educação pública para todos.

Carlos disse...

Boa, não tinha reparado nessa!

Tecnologia do Blogger.