Divulgação: especialização em econometria e métodos quantitativos em finanças (Brasília)

Meus colegas da UCB oferecem o curso. Maiores informações aqui.

5 comentários:

Clóvis Menezes Filho disse...

Olá Leo!
Desculpe mais uma vez fugir do tema da publicação, mas como leigo em história econômica fiquei com uma dúvida...
A leitura dos clássicos, como Marx ou Smith são importantes para o debate da história econômica ou cliometria?

Parece-me que, sendo hipóteses, na maior parte das vezes, eles não estão restritos a área da história do pensamento econômico?

Leonardo Monasterio disse...

Olá Clóvis,

Smith e Marx devem ser lidos por cultura econômica e pare entender como grandes mentes funcionam, mas não ajudam diretamente na pesquisa em história econômica moderna. Dá produzir coisa muito boa mesmo sem saber.
Abraços,
Leo.

Antonio disse...

Leo, tudo bem? Desculpe atrapalhar o seu tempo, desculpe o incômodo, mas queria pedir uma opinião do senhor num artigo que recebi. Sei que o senhor ñ tem nada a ver com o texto e que é ocupado, mas como o senhor é sempre didático no blog e no Twitter, resolvi procurá-lo.
Segue o link:

https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.ub.edu/geocrit/XV-Coloquio/TayraCosta.pdf&ved=2ahUKEwj3197WwKzbAhXJFJAKHaZ7AVQQFjAAegQICBAB&usg=AOvVaw2JfLozgIsITx6NboQaingG

Fiquei em dúvida com algumas coisas como "limites físicos do planeta terra (ñ há uma tendência para gerar riquezas no setor de serviços com bens intangíveis? A produtividade agrícola ñ aumenta?) "Nunca houve tanta desigualdade"(A desigualde mundial e entre países não cai?)

Atualmente "cada vez mais o trabalho é precarizado"(eles escreveram algo mt parecido com isso)

Muitas vezes eles falam do mainstream,acusando de promover agressões ao meio ambiente, mas a taxação por externalidade negativa e instituições inclusivas não fazem parte do mainstream/ teoria neoclássica?

Outra coisa que me deixou confuso, eles propuseram acabar com impostos sobre salário e aumentar taxação sobre matéria-prima(A parte da matéria-prima td bem) para "incentivar tecnologias que necessitem de grande mão-de-obra e pouco recurso natural" faz sentido, ñ deveria buscar produtividade em vez de contingente?

Muitíssimo obrigado pela atenção,
Abs
Antônio

Packers And Movers Bangalore disse...

Really impressive post. I read it whole and going to share it with my social circules. I enjoyed your article and planning to rewrite it on my own blog.
Packers And Movers Bangalore

Bernardo disse...

O que houve com o melhor blog para pesquisadores econômicos do Brasil, nunca mais tivemos posts...

Tecnologia do Blogger.