Escravidão no Pampa

Nogueról e bolsistas mandam ver nesse texto sensacional. Além dos achados muito importantes, o tom é deliciosamente provocador. Uma amostra:

"Em um país onde os heróis nacionais não são levados à sério pela população e onde
o calendário cívico é pautado pelo Estado, causa espanto a comemoração do 20 de
setembro no Rio Grande do Sul. Esta é a data do início da Revolução Farroupilha, uma
fronda senhorial que, sob a ótica do movimento tradicionalista, opôs todo o Rio Grande do
Sul à “tirania imperial” entre 1835 e 1845. Em Porto Alegre, a mui leal e valerosa cidade
invadida por Bento Gonçalves no dia acima mencionado, ocorre um desfile de carros
alegóricos e de gaúchos pilchados a cavalo que nada deixa a dever ao carnaval, no que
respeita à grandiosidade e à seriedade com que seus membros desempenham os papéis que
escolhem representar."

2 comentários:

Diego da Silva Rodrigues disse...

Tudo faz parte do esforço do Prof. Nogueról em mostrar que, no RS, o escravismo foi muito semelhante (se não igual) ao praticado nas demais localidades do país, fazendo com que sua formação social, por consequência, também o fosse - ao contrário do que nós, gaúchos, gostamos de nos "glamouriar".

A mim, claro, convenceu. Para o meu pai, virei chimango.

Abraço.

Leonardo Monasterio disse...

rs rs.
Rapaz, eu - como vc pode imaginar - tb acho que o Noguerol estah certo. Quem acha que o RSé completamente diferente, nao conhece a moderna historia economica do Brasil. Eh cara que parou em Caio Prado Jr e olhe lah!

A proposito, desculpe incluir vc no "e bolsistas". Imagino o trabalho que deu, msa o texto tem autores demais! :-)

Abracos,
Leo

Tecnologia do Blogger.