O melhor paper de Economia de 1958

Qual paper/livro devemos celebrar os 50 anos de publicação? Obviamente, meu paper vai para o trabalho que iniciou a revolução cliométrica:
The Economics of Slavery in the Ante Bellum South
Alfred H. Conrad, John R. Meyer
The Journal of Political Economy, Vol. 66, No. 2 (Apr., 1958), pp. 95-130
Qual outro trabalho poderia disputar o posto?

5 comentários:

Diego da Silva Rodrigues disse...

No blog do professor Mankiw, é apresentado um paper que cita os trabalhos de Economia mais citados desde 1970. O vencedor foi "A Heteroskedasticity-Consistent Covariance-Matrix Estimator and a Direct Test for Heteroskedasticity", de Hal White, numa Econometrica de 1980.

Sei que não respondi sua pergunta, professor, mas está aí uma curiosidade.

Abraço!

Diego da Silva Rodrigues disse...

Ah, não podemos esquecer do surgimento da bossa-nova. Não é Economia, mas isso, sim, foi em 1958.

Leonardo Monasterio disse...

Valeu! O paper do White eh um daqueles muito citado e pouco lido (confeso. Todo mundo soh marca a opcao do eviews e toca a bola para frente....

Marcelo Passos disse...

Leo,

Aqui vão alguns candidatos nas áreas de teoria macroeconômica e finanças:


James Tobin:

"Liquidity Preference as Behavior Towards Risk", 1958, RES. (forte candidato).

John Hicks:

"The Measurement of Real Income", 1958, Oxford EP.

"A Value-and-Capital Growth Model", 1958, RES.


Harry Markowitz:

Portfolio Selection: Efficient diversification of investment. 1958
Franco Modigliani

"The Cost of Capital, Corporation Finance and the Theory of Investment", 1958, with M.H. Miller, ERA. (outro sério candidato).

Estes papers passam por um critério importante: são citados pelos melhores manuais de referência nas áreas de Macro e Finanças.

Ah, em Desenvolvimento Econômico tem o livro Strategy of Economic Development do Albert Hirschmann.

Grande Abraço.

Leonardo Monasterio disse...

Valeu, Marcelo. Como eu nao sou um cara de Macro, essas lembrancas foram otimas.

COncordo qeu, na categoria livro, eh dificil barrar o Hirschmann. Otima lembranca.

Tecnologia do Blogger.