31/03/2011

"When we cannot predict"

Aqui. Isso me lembra a ótima provocação do Shikida: "Nenhum cientista político previu as mudanças recentes nos países árabes. Que Ciência Política é essa que não prevê uma revoluçãozinha!" Mesmo assim, ninguém veio com o papo de que há uma crise no pensamento político. Enquanto isso, a crise de 2008 serviu de argumento para muitos supostamente enterrarem toda a Ciência Econômica.
Enfim, revoluções, terremotos, pestes e crises financeiras acontecem. Não prevê-las não tira o status científico da ciência política, geologia, medicina ou economia.

30/03/2011

Video de São Paulo em 1943

Via Drunkeynesian, um ótimo blog, um filme- ufanista com certeza - produzido pelos EUA.

29/03/2011

Abaixo o rodízio! Viva o pedágio!

Desde Frank Knight já sabemos do problema. Um carro a mais em uma via congestionada gera um custo adicional para todos os outros motoristas.
Agora, em Brasília, frente ao aumento do congestionamento e da falta de vagas, discutem a instituição do rodízio de placas. É uma solução muito ruim. Pode ser que, justamente no dia da minha placa, eu precise estar mais cedo no trabalho e não terei como naquele dia, trocar de placa, ou pegar o carro do vizinho emprestado.
Ninguém me perguntou, mas aí vai a minha* solução para o trânsito de Brasília:
  • - Estacionamento pago em todos os setores centrais e Esplanada;
  • - Pedágio urbano na zona central nos horários de congestionamento.
Ah, você deve estar pensando: "isso é injusto porque o pobre ou classe média baixa que mora nas cidades-satélite também será cobrado". Nenhum galho. Basta fazer com que os recursos arrecadados sirvam para subsidiar o transporte público dos que moram depois , sei lá, de Águas Claras. (Uma das defesas do rodízio sustenta que ele seria mais justo. Será? "Otoridades", os que tem dois carros e os tomadores de taxi escapariam igualmente da restrição.)
Por fim, tenho certeza que quando a classe média começar a pegar ônibus/metrô com regularidade, os efeitos que o Hirschman nos ensinou vão surgir e a qualidade do transporte público melhorará.
* Por "minha" enteda-se "aquela que a teoria ecoômica me ensinou".

"Development Strategy or Endogenous Process? The Industrialization of Latin America" by Stephen Haber

Projeto nacional que nada! A industrialização latino-americana não foi o resultado da união de um projeto nacional, o sonho de um país desenvolvido, ou qualquer outro chavão.
"Beginning in the 1890s the largest economies of Latin America conducted a 100- year experiment in which they built tremendous manufacturing sectors behind barriers to trade. This experiment was not carried out because public officials were ideologically committed to industrialization or because of economic theories that challenged free trade. Indeed, the growth of large scale manufacturing industry pre-dated structuralist theories by 60 years. Rather, Latin America’s industrialization was kick started by an endogenous process of economic development whose roots were found in the growth of the so-called export economy. Once industrialists got a foothold they lost no time in seeking tariff protection. Governments granted this protection because it came at virtually no political cost: the one class that stood to lose from trade protection, consumers, had no political voice. The result was that by 1914 all of the larger countries of Latin America had become increasingly protectionist, and were undergoing a rapid process of industrial growth.
(...)
The process of Latin American industrial development was always ad hoc. Governments did not grant trade protection because they were committed to a particular vision of industrial development. They did it because they were rewarding politically powerful constituents, some of whom were industrialists and some of whom The process of Latin American industrial development was always ad hoc. Governments did not grant trade protection because they were committed to a particular vision of industrial development. They did it because they were rewarding politically powerful constituents, some of whom were industrialists and some of whom were industrial unions."

Isso soa como música nos meus ouvidos cansados.

28/03/2011

"A Benção das Matérias-Primas" por Javier Santiso

Um ótimo texto publicado no O Valor. Versão aberta aqui. O argumento, baseado em parte em um texto do Haber e Menaldo, é que a maldição dos recursos naturais é menos importante do que se pensa.
Eu ainda tenho medo de que o Brasil se torne mais Venezuela do que Noruega, mas o texto apresenta bons argumentos.

26/03/2011

Encontro de blogueiros de Economia

O evento foi super bacana. Reencontrar os amigos, conhecer os autores de blogs que eu mais curto e papear sobre a blogosfera. Por sugestão do Marcos Mendes eu vou transformar a minha apresentação em um pequeno texto e postarei aqui em breve.
Mais uma vez, só tenho a agradecer aos organizadores e patrocinadores. (Tomara que eu seja convidado para o evento de 2012!)

"Aelita, a rainha de Marte" (1924) ou "Chavez estava quase certo, ou quase errado. Dá no mesmo"

Na verdade, o socialismo salvou Marte!O Janer Cristaldo descobriu essa pérola do cinema soviético:
A história, baseada em um conto de Alexei Tolstoy – não confundir com o Leon - transcorre no alvorecer glorioso do comunismo. A nova doutrina se expande pelo sistema solar e chega a Marte. Los, um engenheiro que vivia em Moscou, sonhava com Aelita, a rainha de Marte. Levado pelo impulso do amor, constrói uma espaçonave e parte para Marte em busca de seus sonhos. Chegando lá, se encontra com Aelita e os dois se apaixonam. O engenheiro russo acaba se envolvendo com o proletariado marciano e funda o partido Socialista Soviético da República de Marte.

O filme, sensacional, está disponível no youtube!

25/03/2011

23/03/2011

Fishlow "O Novo Brasil"

Albert Fishlow, o melhor aluno do grande Gerschenkron,lançou um livro sobre a economia brasileira recente. Recomendo, mesmo sem ter lido.

BBC The Story of Economics

Um bom programa de rádio, em três partes, para estudantes de Economia e interessados. Para os profissionais, não tem nada de novo, mas é bacana mesmo assim.

19/03/2011

R Studio! Por favor, instale logo!

Se você é - ou gostaria de ser - usuário do R, instale o R Studio! É gratuito e uma beleza. Uma das minhas resoluções de final de ano foi o de usar só o R e o IPEAGeo. Um para as coisas do dia a dia e o outro para coisas espaciais.
(A dica foi do Hyndman, via Laurini, via Shikida)

18/03/2011

A Maria Bethânia é culpada?

É. Contudo, a irmã do Caetano só exagerou. A verdadeiro culpada é a Lei de Incentivo à Cultura.
Vamos deixar a senhora em paz e pedir o fim dessa Lei injusta e ineficiente.
Aí vai a o melhor uso possível do talento da Bethânia:

17/03/2011

O Clube Cardinalista

No meu trabalho, eu estou envolvido em um projeto de estimação de pesos na função de bem-estar social. Lendo alguns textos base da literatura, eu esbarrei neste trecho do grande Colin Clark:
'Sir Roy Harrod has declared that cardinal utility is necessary in dynamic analysis. With this I am in complete agreement. It is indeed the gospel which I have tried to preach for nearly a generation. The idea that cardinal utility should be avoided in economic theory is completely sterile ... derived from one special and narrow part of theory viz. static equilibrium.' (Frisch, 1964) Sir Dennis Robertson also always remained a strong 'cardinalist', and welcomed recruits to the Cardinal Club, for which indeed he offered to design a club tie."
Um Clube Cardinalista! Que ótima idéia! Imaginem o diálogo:
-"Sir,como está o seu drink?"
-"Ótimo, a utilidade marginal do último foi de uns 4 utis".

"Hayek, o marxista" ou "Um teste de Rorschach"

Um comentarista do Marginal Revolution apontou para essa bizarrice. Você deve ter pensado:
  1. "He, He, eu já sabia.... os extremos se tocam!";
  2. "Isso é uma conspiração do grande capital internacional globalizado financista e bobo para desmoralizar o marxismo!";
  3. "Isso é uma conspiração do foro de são paulo intervencionista com sovaco cabeludo e fedorento para desmoralizar os austríacos!";
  4. "Maldito algoritmo da Amazon!".

16/03/2011

O que é pior do que ter a sua cidade-natal destruída por uma enchente?

Ter a sua cidade-natal destruída por um enchente quando todos olham para o outro lado do mundo. Foi isso o que aconteceu com o meu ex-super-aluno, bolsista e amigo Martin Brauch e a sua São Lourenço do Sul, Rio Grande do Sul. Ele colocou no ar uma página para os que queiram ajudar.

15/03/2011

Matéria da "Economist" sobre Desigualdade Regional

Aí vai uma matéria sobre a crescente desigualdade regional no mundo. (Valeu, Urban Demographics). Há muitos pontos de converência do texto com a minha opinião sobre o assunto: concentração espacial da produção não é, por si só, um problema. Corroborando a tese, aí vai uma tabelinha que eu inseri em um outro estudo:

Tabela 3 - Participação (%) das duas maiores unidades subnacionais no PIB nacional em países selecionados.

País

Participação

Ano dos dados

Austrália

55

2008-2009

Brasil

44

2008

China

20

2009

EUA

22

2009

França

39

2008

Índia

23

2005-2006

México

27

2008

Suécia

46

2007

Fontes: Austrália (http://www.abs.gov.au/AUSSTATS/abs@.nsf/mf/5220.0) Brasil: IBGE (2010); China (http://www.stats.gov.cn/english/) ; EUA (http://www.bea.gov/regional/gdpmap/GDPMap.aspx) ; França (http://www.insee.fr/fr/themes/detail.asp?ref_id=cnat-region&reg_id=99) ; Índia (http://www.rbi.org.in/scripts/AnnualPublications.aspx?head=Handbook%20of%20Statistics%20on%20Indian%20Economy) ; México (http://dgcnesyp.inegi.gob.mx/ ;Suécia (http://www.ssd.scb.se/databaser/makro/Produkt.asp?produktid=NR0105&lang=2) .


Ou seja, tem de tudo! País pobre disperso e rico concentrado.
O texto no VoxEu vai ainda mais longe e argumenta que as megalópoles mundias deveriam ser ainda maiores!

I Encontro Nacional dos Blogueiros de Economia

Na FEA-USP, no dia 25 de Março. Pois é, tive a felicidade de ser convidado ao evento. O organizador é o Cristiano Costa. Será jóia encontrar os amigos e conhecer os autores dos blogs que leio habitualmente.
Copio, abaixo, o post do Cristiano:
"Caros leitores, é com grande satisfação que anuncio o I Encontro Nacional dos Blogueiros de Economia. O evento contará com a presença dos blogueiros mais acessados e populares da internet brasileira.

Clique no banner abaixo e fique sabendo todos os detalhes.

Clique na imagem para ampliar.

O evento será no dia 25 de Março de 2011 na FEA-USP. Se você estiver em São Paulo, faça logo a sua inscrição. O link para a ficha de inscrição é:


Reserve a tarde da sua sexta-feira, dia 25/3 para debater economia com a blogosfera econômica.

Se você gostou da idéia e quer ajudar a divulgar este evento entre em contato pelo email: blogdocmcosta@gmail.com e peça o material de divulgação (banner eletrônico, logotipo e cartazes). "
Como diria o pésssimo tradutor inglês-português: olhando para frente para encontrando todos lá!

14/03/2011

Novo super blog "Brasil, Economia e Governo"

Os craques da consultoria do Senado Federal se juntaram com o Instituto Fernand Braudel e criaram o novo blog. Olhem as perguntas e respostas que já estão no ar:
  • Por que instituir a previdência complementar do servidor público?
  • É possível controlar o gasto do Governo apenas enxugando os desperdícios?
  • A isenção do imposto de renda na poupança é um subsídio justo e eficiente?
  • Deve o Brasil persistir no fomento aos biocombustíveis mesmo com a descoberta da volumosa reserva de petróleo do pré-sal?
  • Por que precisamos reformar a previdência?
  • O TCU atrapalha o bom desenvolvimento das obras de infraestrutura do Governo Federal?
  • Por que o Brasil não utiliza as reservas internacionais para financiar investimentos públicos em infraestrutura?
  • O que fazer para melhorar a eficiência dos servidores públicos e reduzir as despesas de pessoal do governo?
  • O que é e para o que serve o “Resultado Primário”?
  • Como as Leis e o Poder Judiciário afetam a Economia?
Agradeço a dica aos Marcos Mendes (um dos colaboradores do blog).

09/03/2011

Eu já ia me esquecendo...Hoje é o dia do economista!

Pois é!
Em Brasília, a comemoração será amanhã, quinta-feira, no Bar Piauí, pós-18:00. (Eu acho que lá não tem sanduíche de pernil, mas deixa para lá. Afinal, a celebração é só uma desculpa mesmo).

Feliz ano novo!

2011 vai ser dureza. Em todos os sentidos.
Enquanto isso, que tal ler textos de qualidade?
- O Irineu mostra que os países com metas de inflação seguraram melhor a onda da "Grande Recessão (é... pelo visto o nome pegou mesmo).
-A inveja - e o ser humano - são uma m*.
- O excedente do consumidor que a internet nos deu. (via MarginalRevolution.)

07/03/2011

Evolução da renda no Governo Lula: Conclusões definitivas por Reinaldo Gonçalves

Através do ótimo mailing do José Roberto Afonso, fiquei sabendo do péssimo artigo do Reinaldo Gonçalves. Modestamente intitulado, Evolução da renda no Governo Lula: Conclusões definitivas, o autor conclui que o crescimento econômico nos ultimos 8 anos foi fraco em termos históricos e relativos.
Bem, uma coisa é mostrar que não houve nada de excepcional Brasil da era Lula, outra coisa é forçar os dados a confessar o que não aconteceu. O autor compara o crescimento do PIB total no período com outros períodos, presidentes brasileiros e países. Ele esquece das diferenças entre taxas de crescimento demográfico, nível de renda e mercado internacional ao longo do tempo e entre os países.
Em um bizarro ranking de presidentes, o Lula ficaria em 19o lugar. Na liderança estão: Médici (não-preciso-explicar) e o Deodoro (aquele do encilhamento). Com resultados como esses, nem preciso explicar porque esse método é errado.
Eu também sou crítico do governo Lula e pessimista quanto ao futuro da economia brasilieira nos próximos anos. Mas, caramba, não precisa forçar a barra e esquecer tudo que a história e a Teoria Econômica nos ensinaram.

Paper, Tesoura e Pedra

Se você não usa um gerador de números aleatórios (ou um dado), o jogo fica assustador. Hasta la vista, baby.

06/03/2011

Seminário sensacional nos 150 anos do MIT

Os vídeos estão disponíveis aqui. A programação é talvez a maior reunião de QI e cultura econômica já vista sobre a terra. Para vocês verem o nível da parada, o Acemoglu só conseguiu o lugar de moderador! :-) (Dica do meu colega de IPEA Waldery Rodrigues Jr.).

04/03/2011

Próxima Quarta-feira de Cinzas - O Festivus dos Economistas

Nos idos de 2004, ainda no economiaeverywhere, o primeiro blog que tive com o Shikida, propusemos o seguinte:

"14/08/2004
O Novo Dia do Economista

No blog economiaeverywhere, chegamos à conclusão que comemorar o dia do economista em 13 de Agosto não está muito de acordo com a nossa profissão. Afinal, essa foi apenas a data que a profissão foi regulamentada no Brasil.

Surgiu, então, a idéia de uma outra data: 9 de Março. Foi nesse dia, em 1776, que saiu a primeira edição da Riqueza das Nações do Adam Smith.

Eu não sei vocês, mas, a partir de agora, eu vou comemorar a data em março. O cardápio do jantar de comemoração será fruto do interesse próprio e não da benevolência: sanduíches de pernil e cerveja na hora do jantar. ;-) "


O problema é que eu sempre me esquecia da data e nunca a comemorei. Neste ano, o dia cai na próxima quarta-feira de cinzas. Hepaticamente, não é a melhor data, mas ainda vale uma celebração do festivus dos economistas.
(Em BSB, faremos (digo, farei. Afinal, até agora só eu sei disso) uma comemoração em boteco ainda não decidido. Embaixadores de outras ciências também serão bem-recebidos.)

02/03/2011

Apenas R

- Shikida fez uma apostila em português de Modelos ARIMA para o R;
- RStudio (Dica do Rafael Pereira);
- Quer estimar um Almost Ideal Demand System? Pois é, existe a biblioteca micEcon: Tools for microeconomic analysis and microeconomic modelling in R