O Livres

Eu sempre fui avesso a ser membro de qualquer tipo de associação. Em parte por personalidade, em parte por princípio de Groucho, participar de grupos nunca me atraiu e a ação política menos ainda.
Este ano, contudo, eu passei a fazer parte Livres. É muito bom ter um grupo de gente tão qualificada que acredita na importância da liberdade na vida pessoal e econômica, sem perder a visão social. Uma posição bem próxima da que eu me já me declarava aqui aqui.
(E, acima de tudo, ainda não conheci um chato no Livres. Todo mundo é bacana. Isso é impressionante.)
Agora, com a Elena Landau como nova presidente, tenho ainda mais certeza que as coisas estão no caminho certo. 

Um comentário:

Claudio disse...

Não conheceu nenhum chato? Oi?

Tecnologia do Blogger.