Neoliberal

3 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com os textos, mas como economista não posso achar que a economia está livre de outros campos como a política e nem que deva prevalecer sobre alguns campos. No caso em questão li essa matéria:http://www.cartacapital.com.br/revista/907/o-reino-unido-da-um-salto-no-escuro. E o Sam Bowman aparece na matéria dizendo que:"“Respeito muitos partidários do Brexit, mas nunca compartilhei de seu entusiasmo pela democracia. Quero liberdade e prosperidade e não abrirei mão disso para dar a meus estúpidos vizinhos mais poder sobre a minha vida. Na medida em que a UE restringe a democracia, é frequentemente para o bem, ao impedir governos de fazer coisas antiliberais. Há uma pequena chance de um Jeremy Corbyn (o líder trabalhista) ser eleito e sob o sistema britânico, ele teria poder basicamente. A UE limita esse poder, e isso é bom”." Ou seja, uma posição anti democrática somente porque o Jeremy Corbyn poderia ganhar poder democraticamente. Isso que pesa mais na minha opinião sobre os liberais ou neoliberais, andam com o livro "Caminho da Servidão" como uma bíblia, mas o usam para coisas anti democráticas no no Chile da ditadura etc. Qual sua opinião sobre isso? Uma vez achei que seu blog era muito voltado pra direita política, mas depois vi que pra você vem primeiro a CIÊNCIA na palavra "CIÊNCIAS ECONÔMICAS", e que sua posição vai pro lado mais científico da economia. Porém, nesses tempos de polarização, qual sua opinião em relação a isso - defender a liberdade e ser contra a democracia quando vai contra seus ideais? Fiz uma universidade pública estadual e sei que meu ensino de economia foi deficitário, mas tento sempre melhorar lendo material de economia, principalmente seu blog, por isso pergunto isso!
ASS: Economista do Interior

Leonardo Monasterio disse...

Obrigado pelo comentário e pela ótima questão.!
Eu tb concordo com a sua frase " economia não está livre de outros campos como a política e nem que deva prevalecer sobre alguns campos". O problema é que -enquanto economistas- não temos os instrumentos para tratar das questões que vc colocou no comentários. Nessas questões de política e moralidade, as ferramentas da economia são bem pouco úteis.
Ex: existe uma linha contínua entre governos totalmente autoritários e os democráticos (mesmo os democráticos fazem coisas autoritárias). Exatamente qual é o ponto em que é errado um economista liberal contribuir (e no quê) é uma questão relevante, mas não sei responder.
Desculpe não ter respondido, mas é o melhor que posso fazer.
abraços,
leo.

Anônimo disse...

Obrigado pela resposta mesmo sem ter respondido rs. Mas sei que você foca mais na palavra "ciência" em ciências econômicas pois posta assuntos relacionados a várias correntes da economia: liberal, keynesiana, econometria, economia regional etc. se eles têm fundamentos. E lebrando que economia é a única área que você pode ganhar um Nobel por ideias opostas.
Economista do Interior

Tecnologia do Blogger.