Pular para o conteúdo principal

Mais uma mudança

Eu nunca trabalhei na vida, fui só professor. Ser pago para estudar, escrever e falar com plena liberdade faz da vida de professor um dos melhores jeitos honestos de se ganhar a vida. Bem, agora fui aprovado no IPEA para a área de regional/industrial. Tomarei posse no final do mês.
Lamento ter ficado tão pouco tempo na UFABC. Felizmente, como as disciplinas são trimestrais, eu não terei que abandonar os cursos em andamento. Os alunos, funcionários e professores se mostraram muito dedicados e a universidade parece não ter os vícios das federais mais antigas. (A propósito, a UFABC está com um concurso aberto para professor! ). Agradeço e espero que eles compreendam a minha escolha profissional.
Não sei direito o que me espera por lá, nem como é a vida em Brasília. Sempre gostei de morar em vizinhanças jane-jacobsianas e Brasília- ao menos à primeira vista- é o oposto disso. O blog seguirá o mesmo e eu continuarei pesquisando em história econômica quantitativa não só porque gosto, mas também porque estou comprometido com projetos financiados sobre o tema.
PS1: Sugestões de hospedagem temporária em Brasília?
PS2: Nas últimas semanas, eu tive que apagar os comentários de leitores que tratavam da minha posse no IPEA. Peço desculpas, mas eu não queria tratar do assunto aqui antes do tempo.

Comentários

André disse…
Leonardo, parabéns pela aprovação no IPEA. Fiquei com duas dúvidas lendo o seu texto: existe curso de economia na UFABC? Se sim, qual o enfoque dele (muita econometria, muita história econômica, etc, etc...)?

Quanto à Brasília, estive lá durante 5 semanas ano passado fazendo um trabalho. Fiquei no setor hoteleiro, o que parece ser a pior opção pra quem vai ficar lá por um bom tempo (é longe de tudo). Procure um apartamento nas quadras residenciais e leve o carro pra lá (transporte público é uma calamidade).

Abraço
A UFABC eh bem diferente: tem o bacharelado em ciencia e tecnologia e depois o cara escolhe se vai fazer fisica ou as engenharias. Eu dava aula para essa turma.
No ano que vem vai surgir o bacharelado em ciencias humans na UFABC. O sujeito entra e depois escolhe se faz economia, politicas publicas ou filosofia (???). A cara do curso estah sendo decidida e eu nao sei como vai ser.
De qq forma, como a universidade tem um monte de gente com base quantitativa pesada e nao deve ser dificil buscar uma aproximacao.
Valeu pelas dicas.
Anônimo disse…
Leornado,

o ipea fica bem proximo do setor hoteleiro norte, se voce ficar no hotel nacional por exemplo vc pode ir a pe para o ipea (10 minutos de caminhada mais ou menos). é só ver no google maps.
O hotel garvey é uma boa opção no setor hoteleiro norte. é bem barato pq voce pode alugar por mes. fica um pouco mais longe para ir a pe. e um taxi para o ipea sai por 5 reais. alias sempre peça pelo telefone o taxi com 30% de desconto 3321-3030.

abs e boa sorte.
André disse…
Complementando o que o Anônimo disse, o Setor Hoteleiro Norte até fica perto do IPEA, mas fica meio afastado de tudo (padaria, supermercado, essas coisas de bairro). Eu fiquei hospedado num apart-hotel próximo ao Garvey (chama-se Biarritz), ele é bem novo e parece que está com ocupação total. O Biarritz é bom porque além de ser novo, por ser um apart hotel ele tem coisas nos apartamentos como fogão e microondas, as quais facilitam a vida de montão.
O Garvey é mais antigão e mais barato. Acho que o mês lá sai por 1.300 reais.
Enfim, se for ficar no Setor Hoteleiro Norte, você terá ao menos dois shoppings por perto: o Conjunto Nacional e Brasília Shopping.
E quanto ao táxi, sempre disque no número que o Anônimo falou. Além de ser mais barato, os taxistas geralmente são mais ligeiros.

Abraço
Anônimo disse…
Parabens, Leonardo!

Ateh que esse concurso do IPEA nao pode ter sido tao ruim assim...

Irineu
Angelo M. Fasolo disse…
Oi Leonardo,

Parabéns pela aprovação no concurso!

Sobre Brasília, hospedagem temporária é o que o pessoal falou, mesmo. Faz tempo que eu não tenho notícias de lá, mas todo mundo que se mudava para lá parava um tempo no Garvey antes de ir para algum lugar definitivo. A respeito de padarias, cafés e afins, esqueça: parando no setor hoteleiro, o máximo que vc consegue é conhecer os restaurantes próximos dos hotéis e do IPEA. Ter um carro é fundamental.

Se precisar de mais dicas, pode mandar bala!

Abraços!
Rafael .P disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Parabéns Leonardo!!!

Sou estudante de economia aqui em brasilia e acompanho seu blog, muito bom por sinal. O conheci por meio do professor Adolfo, em uma entrevista que vc concedeu ao blog dele. E por falar nele, vcs trabalharão próximos aqui no IPEA de bsb.

Sucesso!!!

Marcos-DF
Rafael Brandao disse…
Profº Leonardo

Quer dizer que não teremos mais a sua aula em Economia de Empresas na UFABC, é uma pena pois a disciplina de Engª Economica foi muito boa. Mesmo assim boa sorte em seus novos desafios
Valeu, Rafael. Vc foi um otimo aluno!
Abracos e felicidades!
Valeu, Marcos-DF,

Serah otimo mesmo ter o Adolfo como colega. SErah que existe outro economista blogueiro no IPEA?
NPTO disse…
Pô, só agora que eu vi que você já postou sobre o concurso, pensei que ainda estava guardando segredo! Parabéns, mestre! É a blogosfera brasileira mostrando a que veio!
Ah, só li agora. Parabéns!

Postagens mais visitadas deste blog

A regra dos dois desvios

Ao que parece, a regra será a minha maior (e única) contribuição ao Saber Universal. Eu a reproduzi no verbete "Brigas, críticas e debates" do meu magnum opus "Manual de sobrevivência na universidade: da graduação ao pós-doutorado" ( Atualização 2017: O livro está fora do ar porque uma segunda edição, expandida, será publicada em breve). Aí vai:

" "Nunca brigue se o adversário estiver a mais de dois desvios padrãode você em qualquer dimensão: conhecimento, ideologia, inteligência ou porte físico." Se você não sabe o que é desvio padrão, nenhum problema. Traduzindo: nunca brigue se o adversário for muito melhor ou pior do que você em qualquer dimensão: conhecimento, ideologia, inteligência ou porte físico. Se o adversário é muito mais inteligente ou conhece muito melhor o assunto, ouça-o com atenção, faça as perguntas relevantes e aprenda. Não é vergonha. Agora, se o sujeito é burro ou ignorante no assunto, o melhor é desconsiderar. Afinal, qual é a…

Colistete e o atraso educacional brasileiro

Ficou ótima a matéria da Revista Piauí com o perfil do Renato Colistete e sobre sua tese de livre-docência (pdf).
Ele é um pesquisador sensacional, gente boa e orientador de 9 entre 10 dos novos pesquisadores em histórica econômica. Já estava no tempo de ele ter reconhecimento de um público mais amplo.
Aproveite e leia o seu blog . Quando a tese estiver on-line, eu aviso.

Cuba é mais rica que o Brasil?

Um texto da internet afirma (não vou incluir o link):
"O povo daquela ilha rochosa bloqueada é mais rico que o povo do continente Brasil. Essa é uma realidade chocante e geralmente desconhecida." O autor recorre aos dados do World Bank que realmente mostram Cuba com um PIB per capita (PPP)  de US$20611 contra US$ 15893 do Brasil.
Obviamente essa estimativa está furada. É tão furada que a ONU - ao calcular o IDH- estimou outro valor que até os órgãos oficiais de Cuba acharam mais razoável:
The 2013 HDI value published in the 2014 Human Development Report was based on miscalculated GNI per capita in 2011 PPP dollars, as published in the World Bank (2014). A more realistic value, based on the model developed by HDRO and verified and accepted by Cuba’s National Statistics Office, is $7,222. The corresponding 2013 HDI value is 0.759 and the rank is 69th. A mesma fonte coloca o Brasil como tendo renda per capita de US$ 15175. Ou seja, Cuba tem a metade da renda per capita brasilei…