"É a demografia, estúpido!"

Eu andava encafifado com a queda recente da taxa de homicídios em São Paulo. João Manoel Pinho de Mello* e Alexandre Schneider mostram que a mudança do perfil etário foi o principal componente. Belo paper.

* Finalmente um "João Manoel * de Mello" que vale a pena ler!!! :-)

3 comentários:

João Rafael disse...

é um ótimo paper, mas jogou um balde de água fria na cabeça do Reinaldo Azevedo, além do Aloísio Araújo. Ainda porque a legalização do aborto ajudaria a mudar o perfil etário da população para um perfil menos "criminoso". O Levitt tinha um ponto.

Enquanto isso, aqui no Rio morre gente quase todo dia aqui perto de casa.

Leonardo Monasterio disse...

Nao sabia que o Aluisio araujo tinha entrado nessa polemica.
Pois eh... e no RJ ? Vc conhece os dados?

João Rafael disse...

O Aloísio andou dando umas entrevistas para o jornal O Globo afirmando que a solução é prender em massa:

http://www.ifhc.org.br/UserFiles/File/Documentos%20relacionados/o_globo_20-07-2008.pdf

http://www.ifhc.org.br/UserFiles/File/Documentos%20relacionados/o_globo_04-11-2007.pdf

Eu sinceramente quero acreditar que ele esteja certo, porque mudar a estrutura etária da população não é fácil. Por outro lado, a polícia do RJ é muito corrupta e violenta, o que me faz incrédulo quanto ao seu desempenho daqui pra frente. O RJ experimentou um boom de violência na década de 80 (a taxa de homicidios por 100 mil hab cresceu até chegar no pico ao final do governo Brizola 2), mas depois de 1994 foi caindo, embora permaneça alto.

Os dados que eu encontrei para o RJ estão aqui:

http://www.ucamcesec.com.br/est_seg_evol.php

e aqui:

http://www.armazemdedados.rio.rj.gov.br/

Mas não parecem indicar essa associação entre demografia e crime. A participação de homens entre 15 e 25 anos era de 8,24% em 1991 e de 8,62% em 2000. Não conheço nenhuma pesquisa séria sobre o assunto no Rio, o que dificulta pra fazer políticas de segurança, nem sei se existem dados pra isso.

Tecnologia do Blogger.