Pular para o conteúdo principal

Venezuela ou Chile?

Na terça-feira apresentei o paper com o Irineu para os alunos de Economia Brasileira do Bernardo Mueller na UNB. Foi super legal e tudo mais. Mas não é sobre isso o post.
Para quem não conhece o Bernardo, adianto que ele é a referência nacional sobre Nova Economia Institucional e sabe tudo sobre a economia brasileira. Pois bem, e não é que ele e o Lee Alston estão bastante otimistas quanto ao futuro do Brasil? Na seção "The institutional underpinnings of Brazil’s transformation" eles apresentam uma interpretação bem positiva das mudanças institucionais recentes (últimos 15 anos).
Eu fico realmente dividido. Tá, o Brasil não é mais tão bizarro como outrora. Contudo, eu sempre temo que, com as mudanças nos incentivos e nas restrições, o país pode tomar um caminho institucional errado e ainda existem muitas idéias esquisitas no ar. Enfim, agora que a maré mudou na imprensa internacional, eu acho que vale a pena ler o texto de Mueller e Alston.

Comentários

mansueto disse…
Leonardo,

sabes que a partir deste seu post lí eese texto do Bernard Mueller e do Lee Alston. A visão otimista deles faz todo o sentido do ponto de vista comparativo e histórico -- o caso do EUA da virada do SEC XIX é o exemplo mais claro de corrupção --> mudanças institucionais --> melhoria institucional.

Mas discordo do cenário excessivamente otimsta deles - na vervade uma turma crecente da ciencia politica no Brasil defende tese semelhanta a essa do Mueller e Allston.

Vamos conversar sobre esse texto depois. Mas adianto que toda a tese deles é baseada que não existe retrocesso institucional; uma vez que as instituições são criadas elas sempre são modificadas para melhor.

Acho que a tese deles é um dos caminhos possíveis para o Brasil mas está longe des er o único.

Depois continuamos a conversa.

Mansueto

Postagens mais visitadas deste blog

A regra dos dois desvios

Ao que parece, a regra será a minha maior (e única) contribuição ao Saber Universal. Eu a reproduzi no verbete "Brigas, críticas e debates" do meu magnum opus "Manual de sobrevivência na universidade: da graduação ao pós-doutorado" ( Atualização 2017: O livro está fora do ar porque uma segunda edição, expandida, será publicada em breve). Aí vai:

" "Nunca brigue se o adversário estiver a mais de dois desvios padrãode você em qualquer dimensão: conhecimento, ideologia, inteligência ou porte físico." Se você não sabe o que é desvio padrão, nenhum problema. Traduzindo: nunca brigue se o adversário for muito melhor ou pior do que você em qualquer dimensão: conhecimento, ideologia, inteligência ou porte físico. Se o adversário é muito mais inteligente ou conhece muito melhor o assunto, ouça-o com atenção, faça as perguntas relevantes e aprenda. Não é vergonha. Agora, se o sujeito é burro ou ignorante no assunto, o melhor é desconsiderar. Afinal, qual é a…

Colistete e o atraso educacional brasileiro

Ficou ótima a matéria da Revista Piauí com o perfil do Renato Colistete e sobre sua tese de livre-docência (pdf).
Ele é um pesquisador sensacional, gente boa e orientador de 9 entre 10 dos novos pesquisadores em histórica econômica. Já estava no tempo de ele ter reconhecimento de um público mais amplo.
Aproveite e leia o seu blog . Quando a tese estiver on-line, eu aviso.

Cuba é mais rica que o Brasil?

Um texto da internet afirma (não vou incluir o link):
"O povo daquela ilha rochosa bloqueada é mais rico que o povo do continente Brasil. Essa é uma realidade chocante e geralmente desconhecida." O autor recorre aos dados do World Bank que realmente mostram Cuba com um PIB per capita (PPP)  de US$20611 contra US$ 15893 do Brasil.
Obviamente essa estimativa está furada. É tão furada que a ONU - ao calcular o IDH- estimou outro valor que até os órgãos oficiais de Cuba acharam mais razoável:
The 2013 HDI value published in the 2014 Human Development Report was based on miscalculated GNI per capita in 2011 PPP dollars, as published in the World Bank (2014). A more realistic value, based on the model developed by HDRO and verified and accepted by Cuba’s National Statistics Office, is $7,222. The corresponding 2013 HDI value is 0.759 and the rank is 69th. A mesma fonte coloca o Brasil como tendo renda per capita de US$ 15175. Ou seja, Cuba tem a metade da renda per capita brasilei…