Cachorro velho e a Economia

Dou graças por não ter ido ao Rock in Rio 4 3. (Em 85, um cara que atendia pelo mesmo nome, tinha o mesmo DNA e mais cabelo que eu pegou o primeiro ônibus para a assistir o B-52's e Queen). Hoje eu só encararia sofrimento igual para ver o Clash (circa 1978) ou os Smiths (1989). Quando eu ouço um som novo, eu só levanto a cabeça, bocejo e volto a dormir.
Em Economia, também, estou cada vez mais retrógrado. Eu sou um daqueles caretas e ultrapassados que acha que a Economia estuda a relação entre objetivos e recursos escassos com usos alternativos. Por que essa definição é superior? Porque ela traz para primeiro plano o conceito de custo de oportunidade. Se você entende isso direito, a teoria das vantagens comparativas (ou aqui em inglês) - a segunda melhor idéia que um ser humano já teve -fica moleza. De lambuja, você descobre imediatamente que subsidiar uma indústria significa desestimular outras e que tudo tem um custo.
Bem, agora vou tomar os meus remédios, fazer um chá e jogar dominó na praça.


4 comentários:

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

e eu, que estou ainda mais velho, cada vez mais acho que a economia estuda tudo. ou quase: se não estuda átomos, estuda quem os estuda. se estuda explosões nucleares, quer saber a que interesse elas servem. peguei alguns motes daqui e outros de lá (Hilbrecht e os jornais) sobre Dilma promovendo o livre comércion na Europa e postei algo lá em meu tugúrio.
DdAB

Marcelo de Oliveira Passos disse...

E o Style Council?

Leonardo Monasterio disse...

Hmmmm... gosto muito do Style Council, mas nao vale a ida-até-jacarepagua-e-a-espera-de-oito-horas para assistir...

Anônimo disse...

Style Council???
Sei não, mas quando o sujeito começa a ouvir Style Council, isto é um pulinho para começar a queimar a rosca por aí.
Saudações
PS: E o Bronski Beat?

Tecnologia do Blogger.