4 comentários:

Anaximandros disse...

Leo, fiquei curioso, qual sua opinião sobre Igualdade de oportunidade? Adianto que não creio que as criticas a direita e a esquerda sejam satisfatórias até aqui. Abraço do s.
ps quando voltas? Temos que agendar um seminário sobre teus resultados recentes.

Leonardo Monasterio disse...

Cara,nem eu sei direito o que acho. tem uma crítica forte contra um sistema totalmente meritocrático: se vc retira todas as influências externas, a única fonte de desigualdade será genética. Se controlar nurture, só sobra nature. Ou seja, se todo mundo tiver a mesma educ, o background familiar for compensado, etc... só os genes restarão. A gente quer viver em um mundo assim?
Volto em setembro. Abraços em todos!

Anaximandros disse...

a sorte é a base do maxmin do Rawls o que é bem assentado como critério de justiça. Além do mais, a ideia de IO não é meritocrática num sentido de Lucas, isso também é bem enfatizado no capitulo 3 do Roemer (1998), o que deixa espaço para mais possibilidades que incluem responsabilidade e sorte ou circunstâncias, enfim, preferencias são afetadas por elas... Enfim, uma longa discussão, obrigado pelo seu comentário e vamos conversando...Abraço do s.

Leonardo Monasterio disse...

Não entendi nada depois de "Rawls", por falta de conhecimento meu. (Demorei até para entender o que era IO!)
Depois vc me explica, valeu! (ou poste no blog!)
Abração!
Leo.

Tecnologia do Blogger.